quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Moi et la musique.


SEM JEITO

Te amo desse jeito
Meio sem jeito
Saudade aperta o peito
Mesmo ao teu lado
Não vê que eu sou assim
Perdida de amor
Começo pelo fim
Te amo desse jeito
Meio do avesso
Faço planos, casamento, filhos pra criar
E só depois de tudo paro e vejo
Que você serve pra mim
Te amo desse jeito
Meio sem jeito
Saudade aperta o peito
Mesmo ao teu lado
Não vê que eu sou assim
Perdida de amor
Começo pelo fim
Te amo desse jeito
Meio do avesso
Escolho valsas, véu,vestidos, flores pro altar
E só depois de tudo paro e vejo
Que você serve pra mim
Dou nome ao nossos filhos
  E o seu eu mando tatuar
E só depois de tudo paro e vejo
Que você serve pra mim

(Sandy.):D

O novo.


A gente acha que,por já ter jogado uma ou duas vezes,pega experiência.PAPO.Mais uma cidade.Novo ar.Uma casa nova,no mesmo lugar.No entanto,acumulam-se teias de aranhas naqueles cantos da nossa alma que a gente tem medo de mexer.Sempre tive medo de mudar a ponto de não me reconhecer em escritos antigos,espelhos empoeirados.Então eu volto ao estado inicial,aquele de anos atrás.A gente sempre acaba voltando pro cassino.Mas o jogo é outro,mais dificil,imprevisivel e com uma aposta minima que a gente simplesmente não tem como pagar.É o mundo ensinando a gente que ainda não deixamos de ser os adolescentes cheios de dúvidas que éramos.A diferença é que somos maiores que outrora,e em nossas cabeças há ainda mais espaço para mais e mais questionamentos.Quanto mais claro fica para mim a noção do que é certo,mais meus pés apontam para o obscuro caminho do absolutamente desconhecido.Não posso dizer que não gosto.Mas também não direi que tem sido simples.E o que é simples,aos vinte e tantos anos?A gente se sente velho demais pra jogar tudo pra cima e fugir.A gente se vê jovem demais pra dar o próximo passo sem olhar pra trás.Então a gente fecha os olhos e caminha até cair.A cada vez que ergo o meu corpo,percebo nos pés descalços a textura de um novo chão,na pele o toque  de um vento que vem de outro lugar,e que trás consigo outros aromas.Um deles,em especial,me captura o olfato,prendendo-me numa não-intencional caçada sem espingarda em punhos.É o momento em que meu peito pode ser perfurado  pela mais insignificante flecha de papel.Na mosca,guria.Na mosca.É sua,aquela silhueta turva dois quarteirões adiante?Por que sozinha?Seria apenas na minha cabeça?Tenho acordado de sonho nenhum,tenho dormido apenas pra ver se paro de sonhar..pra variar.E é tão real,o pesadelo de perder o discernimento para sempre.Mais uma cidade.Novo ar.Uma casa nova,no mesmo lugar.O que eu aprendi com o amor?Palavrões novos.

(Lucas Silveira.):D

"..aceitar-me plenamente?é uma violentação  de minha vida.cada mudança,cada projeto novo causa espanto:meu coração está espantado.é por isso que toda minha palavra tem um coração onde circula sangue.."

[Clarice Lispector.]:D

#Fato 61: acho extremamente perfeito homens vestidos de rosa e preto.

PS: é sempre incrivel ver como o @lucasfresno escreve aquilo que eu queria/quero escrever..e sinto *-*
PS do PS: visite também: http://www.une-tasse-de-cafe.tumblr.com
PS do PS do PS: beijos e beijos ;*

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Moi et la musique.


FOREVER YOUNG

( Eternamente Jovem )

Vamos dançar com elegância, vamos dançar por um instante
O paraíso pode esperar, estamos apenas observando os céus
Desejando o melhor, mas esperando o pior
Você vai deixar cair a bomba ou não?
Deixem-nos morrer jovens ou deixem-nos viver eternamente
Nós não temos o poder, mas nunca dizemos "nunca"
Sentando num fosso de areia, a vida é uma viagem curta
A música é para os homens tristes
Você consegue imaginar quando esta corrida estiver ganha?
Transformamos nossos rostos dourados no sol
Louvando nossos líderes, estamos entrando em sintonia
A música é tocada pelos homens loucos
Eternamente jovem, eu quero ser eternamente jovem
Você realmente quer viver eternamente?
Para sempre ou nunca
Eternamente jovem, eu quero ser eternamente jovem
Você realmente quer viver eternamente?
Eternamente jovem
Alguns são como água, alguns são como o calor
Alguns são uma melodia e alguns são o rítmo
Cedo ou tarde, todos eles estarão mortos
Por que eles não permanecem jovens?
É tão difícil ficar velho sem um motivo
Eu não quero perecer como um cavalo moribundo
A juventude é como diamantes ao sol
E diamantes são para sempre
Tantas aventuras não poderiam acontecer hoje
Tantas canções que esquecemos de tocar
Tantos sonhos arrumando-se de repente
Nós vamos deixá-los tornar-se realidade
Eternamente jovem, eu quero ser eternamente jovem
Você realmente quer viver eternamente?
Eternamente e sempre?
Eternamente jovem, eu quero ser eternamente jovem
Você realmente quer viver eternamente?
Eternamente jovem
Eternamente jovem, eu quero ser eternamente jovem
Você realmente quer viver eternamente?
 
(Alphaville.):D

A estranha estranheza de estranhar o estranho.


"As pessoas são estranhas".Pensava  Dikran,todo dia no seu canto quieto que ficava na Rua das Cerejeiras,número 89.Era uma casa antiga e abandonada.O matagal tomava conta do lugar.Dikran sempre o considerou seu lugar secreto,onde podia mostrar quem ele era,sem medo,sem sofrer com o preconceito alheio.Aquele lugar poderia trazer paz pra qualquer coração,acreditava ele,era possivel sentir o aroma das frutas e flores que cresciam nas árvores,o cantar dos pássaros que se encaixavam tão bem quanto uma orquestra bem ensaiada e as borboletas..ah as borboletas!Eram os seres que mais encantavam Dikran..às vezes ele passava horas só as observando..cada cor,cada vôo,cada pouso entre as flores,cada espécie com todas as suas particularidades e ao mesmo tempo com tanto em comum.E ele acreditava que isso transcendia as pequenas borboletas e poderia sim se aplicar facilmente a nós,humanos,com tanta peculiaridade no nosso jeito de ser e ao mesmo tempo sendo a mesma matéria feita de carne,osso e pele que vai apodrecer exatamente no mesmo lugar que o seu vizinho,aquele seu colega intrigado e etc e etc.Ele achava estranho como os próprios humanos não entendiam algo tão simples..e por muitas vezes agiam com superioridade e humilhavam outros seres humanos,esquecendo-se que são todos iguais..esquecendo-se que vão ter o mesmo fim..e que pra esse fim não importa se você é um milionário ou um pé rapado..sua carne vai se acabar,se deteriorar da mesma forma.E Dikran ria disso.Desde pequeno ele guardava um pouco de mágoa dos humanos..e fazia do seu mantra diário a frase do inicio do texto: "As pessoas são estranhas".Desde que se entendia por gente ele sofreu o preconceito alheio.Isso porque ele nem era totalmente humano,nem totalmente máquina.Sofrera um acidente na infância quando passeava com seu pai na lancha da familia,e naquele dia,nos seus 6 anos de idade,numa queda ao mar a lancha tomou para si os dois braços de Dikran.Ele quase morreu.Mas após um milagre,segundo sua mãe,um médico novo da cidade conseguiu lhe dar novos braços,mecânicos.Mecânicos.Apenas seus braços eram máquinas,não seu coração.De resto,ele era humano,como eu e como você.Mas ele notava que muitas pessoas,infelizmente,não pensam assim.Na escola zombavam dele e lhe colocavam nomes feios.Ninguém queria fazer grupo com ele,ninguém sequer trocavam palavras com ele.Olhavam com deboche e com um certo tom de nojo e medo.E ele chorava todos os dias na casa abandonada da Rua das Cerejeiras,caminho pra sua casa.E foi lá que ele começou a despejar sua ira e sua tristeza.E refletia como as pessoas eram estúpidas..como podem amar e condicionar suas vidas a máquinas e a desprezar pessoas e a excluir gente como ele.Não é porque ele tem braços mecânicos que ele não pode ser dócil..sensivel..que ele não pode amar.Nos seus dias no seu lugar secreto ele começou a perceber que os animais,ditos seres irracionais,são muito mais racionais que os humanos.Eles não se importam com as diferenças.Um dia Dikran riu alto de alegria quando uma borboleta posou na sua mão.Ela não teve medo daquele objeto estranho,apenas posou.E nesse dia ele percebeu que não deveria mais ser triste,ou desperdiçar sua vida remoendo a infinita estupidez humana.Ele é mais que isso e desde que esteja bem consigo mesmo,desde que esteja vivo e sabendo viver sua vida,do seu jeito,ele não deve nada a ninguém.Ele é maior que isso.Ele é mais que braços mecânicos.E no final das contas ele concluiu:"As pessoas são tão estranhas que não estranham suas próprias estranhezas,suas próprias estranhas vidas condicionadas aos mesmos estranhos fins..não estranham o fato de que ser estranho é estranhamente natural..visto que ainda não inventaram máquinas que não pifam,nem humanos que vivam pra sempre..estranho é não perceber-se estranho e estranhar e machucar o que pra nós parece mais estranho..ainda que você mesmo seja estranho..estranho é negar a estranheza da vida..que a gente nasce pra morrer e morre pra nascer de novo".Estranho seria se nada fosse estranho,dessa forma,não existiria mundo e nem a graça de existir.Uma borboleta posou em suas mãos.

(Thaís Tenório.):D

"..se nada de estranho te surpreendeu durante o dia,é porque não houve dia.."

[John Archibald.]:D

#Fato 60: morria de medo de tubarões quando pequena,por isso,só vim perder o medo de entrar no mar lá pros meus 10,11 anos :x

PS: simpelsmente amei esse desenho *-* e amo esse filme *-*
PS do PS: visitem também: http://www.une-tasse-de-cafe.tumblr.com
PS do PS do PS: beijos e beijos ;*

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Moi et la musique.


FREE BIRD

( Pássaro Livre )

Se eu partisse amanhã
Você ainda se lembraria de mim?
Pois eu devo seguir viagem, agora
Pois há muitos lugares que eu preciso conhecer
Mas, se eu ficasse aqui com você, garota
As coisas simplesmente não seriam iguais
Pois eu sou tão livre quanto um pássaro agora
E este pássaro você não pode mudar
O Senhor sabe, eu não consigo mudar
Adeus meu amor, foi um amor doce
Embora este sentimento eu não possa mudar
Mas por favor, não leve muito a mal
Pois o Senhor sabe que eu sou o culpado
Mas, se eu ficasse aqui com você, garota
As coisas simplesmente não seriam iguais
Pois eu sou tão livre quanto um pássaro agora
E este pássaro você nunca mudará
E este pássaro você não pode mudar
O Senhor sabe, eu não consigo mudar
Senhor me ajude, eu não consigo mudar
Senhor, eu não consigo mudar
Você não vai voar alto, pássaro livre
 
(Lynyrd Skynyrd.):D

Demasia.


Às vezes a gente só quer que alguma coisa boa e nova aconteça.Às vezes a gente só quer  que alguém apareça.Às vezes a gente só quer que alguém se dê conta.Às vezes a gente só quer que alguém se preocupe.Às vezes a gente só quer ser notado.Às vezes a gente só quer não ser só.Às vezes a gente só quer querer.Às vezes a gente só quer ser lembrado de que temos um coração.Às vezes a gente só quer que seja fácil como um clique.Mas aí já é querer demais.Você quer.Demais.Querer demais.

(Thaís Tenório.):D

"..descobrir o verdadeiro sentido das coisas é querer saber demais!.."

[Fernando Anitelli.]:D

#Fato 59: acho que ainda existem pessoas que nunca viram mas, uso óculos..uma lente com grau 2,5 e outra com 0,75 ^^

PS: espero que tenham tido um Natal maravilhoso e mágico (=
PS do PS: Visitem também: http://www.une-tasse-de-cafe.tumblr.com
PS do PS do PS: quem dera fosse tudo fácil como um clique,né? =s
PS do PS do PS do PS: beijos e beijos ;*

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Moi et la musique.


ALL I NEED

( Tudo o que eu preciso )

Eu sou o ato seguinte esperando nos bastidores
Eu sou um animal preso no seu carro quente
Eu sou todos os dias que você escolhe ignorar
Você é tudo que eu preciso
Você é tudo que eu preciso
Eu estou no meio do seu retrato
Deitado na grama
Eu sou uma mariposa que quer apenas um pouco da sua luz
Eu sou apenas um inseto tentando sair da noite
Eu só fico com você porque não há mais ninguém
Você é tudo que eu preciso
Você é tudo que eu preciso
Eu estou no meio do seu retrato
Deitado na grama
Está tudo errado
Está tudo certo
Está tudo certo
Está tudo errado
Está tudo certo
Está tudo certo
Está tudo certo
 
(Radiohead.) :D

Do afogar-se.


No primeiro instante,a agonia.Você luta,tenta retomar a superficie mas a força da água só te puxa cada vez mais para o fundo.É dificil respirar..é dificil se debater..é dificil manter-se positivo.Aos poucos seu corpo vai se acostumando aquela agonia..as dificuldades e a falta de ar começam a parecer normais..menos perceptiveis.Você meio que se entrega..deixa a água levar aquele pedaço de matéria para suas profundezas.A morte começa a ser bem vinda..aceita.Sua única saída.Não há nada mais que você possa fazer.E você tenta,libertar-se.Até que quando não há mais esperanças..não se consegue mais enxergar a luz no  meio das bolhas..alguém te puxa pelas mãos.Provavelmente alguém que te viu caindo na água e viu seu sofrimento,sua ânsia por vencer.Alguém que se preocupou em salvar uma vida..sua vida.E te trás de volta à superficie..e te trás de volta essa maravilhosa sensação que é respirar..que é estar viva.Até então ela estava se sentindo assim.Como se estivesse no meio de um afogamento e as bolhas em sua volta traziam consigo um filme da sua vida.Todas as pessoas,todas as coisas,as sensações que ela já vivera passavam em cada bolha por segundo,freneticamente.Apesar de nem tudo que ela via ser uma comédia ou um romance,ela queria viver..ela queria lutar..só não encontrava ou não possuia mais tanta força assim para tal.Mas querer já é muita coisa.Foi quando alguém tomou sua mão.E hoje ela se enquadra mais no salvamento do que no afogamento.O engraçado foi que quem a salvou foram seus sonhos,suas vontades,sua intuição,sua coragem.Foi assim que ela finalmente enxergou que não é preciso ter medo de viver.Não é preciso temer as mudanças..as reações das pessoas..as desistências.Afinal,ninguém iria viver a vida dela por ela..ela mesma que teria que vivê-la.E o que os outros pensam que se afogue em meio as bolhas.Aquela sensação de paz,euforia,gratidão,de ar percorrendo os pulmões tomava conta do seu ser novamente.Ela salvou-se.E pela primeira vez em toda sua vida ela teve certeza que tomara a decisão correta..pela primeira vez em sua vida  ela sentia que seria feliz.E que assim seja.Que ela não permita que profundeza nenhuma lhe arranque para baixo..afinal,ela tem força para fazer o contrário.O mar parecia calmo.

(Thaís Tenório.):D

"..o único poder que você tem é o poder de suas decisões.use-o a vontade.."

[Paulo Coelho.]:D

#Fato 58: sempre tomo banho morno,independente da estação..à menos que isto não seja possivel lol

PS: tava na hora de passar por aqui de novo né? ^^
PS do PS: agora sim,me sinto muito mais satisfeita com as escolhas,comigo e com o que virá (YN)*-*
PS do PS do PS: visitem também: http://www.une-tasse-de-cafe.tumblr.com
PS do PS do PS do PS: beijos e beijos ;*

domingo, 27 de novembro de 2011

Moi et la musique.


WHAT GOES AROUND...COMES AROUND

( O que vai...volta )

Ei garota
Ele é tudo o que você queria em um homem?
Você sabe que eu te dei o mundo
Você me teve na palma da sua mão
Então, porque o amor foi embora?
Eu simplesmente não consigo entender
Pensei que fosse eu e você, baby
Eu e você até o fim
Mas acho que eu estava errado
Não quero pensar sobre isso
Não quer falar sobre isso
Eu estou tão farto disso
Eu não posso acreditar que é dessa forma que termina
Estou tão confuso
Estou tão triste
Eu apenas não posso ficar sem você
Diga-me se isso é justo
É assim que vai acabar?
É assim que vamos dizer adeus?
Eu devia ter desconfiado quando você apareceu
Que você me faria chorar
Me mata te ver ir embora
Porque sei que você está vivendo uma mentira
Mas tudo bem
Com o tempo você verá
O que vai, vai, vai
Vem todo o caminho de volta
O que vai, vai, vai
Vem todo o caminho de volta
O que vai, vai, vai
Vem todo o caminho de volta
O que vai, vai, vai
Vem todo o caminho de volta
Sim
Agora garota
Eu me lembro de tudo que você afirmou
Você disse que estava partindo pra outra agora
Talvez eu devesse fazer o mesmo
O engraçado nisso é que
Eu estava pronto para te dar meu nome
Pensei que fosse eu e você, baby
E agora, é tudo uma vergonha
Que eu acho que estava errado
Não quero pensar sobre isso
Não quero falar sobre isso
Estou tão farto disso
Eu não posso acreditar que é desta forma que termina
Estou tão confuso
Estou tão triste
Não apenas não posso ficar sem você
Diga-me se isso é justo
O que vai, vai, vai
Vem todo o caminho de volta
O que vai, vai, vai
Vem todo o caminho de volta
O que vai, vai, vai
Vem todo o caminho de volta
O que vai, vai, vai
Vem todo o caminho de volta
Sim
O que vai, volta
Sim
O que vai, volta
Você deve saber que
O que vai, volta
Sim
O que vai, volta
Você deve saber que
Não quero pensar sobre isso
Não quero falar sobre isso
Estou tão farto disso
Eu não posso acreditar que é desta forma que termina
Estou tão confuso
Estou tão triste
Não consigo ficar sem você
Diga-me se isso é justo
É assim que vai acabar?
É assim que diremos adeus?
Eu devia ter desconfiado quando você apareceu
(Devia ter conhecido melhor)
Que você iria me fazer chorar
Está quebrando meu coração ver você ir embora
(Agora ela está quebrando meu coração)
Porque eu sei que você está vivendo uma mentira
Mas tudo bem, baby
Porque na hora você encontrará
O que vai, vai, vai
Vem todo o caminho de volta
O que vai, vai, vai
Vem todo o caminho de volta
O que vai, vai, vai
Vem todo o caminho de volta
O que vai, vai, vai
Vem todo o caminho de volta
O que vai, vai, vai
Vem todo o caminho de volta
Sim
Sim - Sim
Sim
Deixe-me pintar essa foto pra você, baby
Sim
Você passa suas noites sozinha
E ele nunca volta pra casa
E toda vez que você liga pra ele
E tudo que você escuta é o som de 'ocupado'
Ouvi dizer que você descobriu
O que ele está fazendo com você
O que você fez comigo
Não é assim que funciona
Quando você me enganou, garota
Meu coração sangrou, garota
Então continuo sem dizer
Que você me deixou magoado
É apenas um caso clássico de cena
Dizer é demais
Garota, você teve o que mereceu
E agora você quer alguém
Pra curar as noites sozinha
Você deseja ter alguém
Que poderia chegar e fazer tudo certo
Mas garota, eu não sou uma pessoa
com alguma simpatia
Veja
O que vai, volta
Pensei que eu tinha te avisado - Ei...
O que vai, volta
Pensei que eu tinha te avisado - Ei...
O que vai, volta
Pensei que eu tinha te avisado - Ei...
O que vai, volta

 
(Justin Timberlake.):D

O último.


Missão não-cumprida.E foi falhando na tentativa de salvar o romance do seu eterno apuro que me descobri inapto a viver com a cabeça leve.Quanto mais fundo cavamos em busca de significados perdidos,mais dificil e utópica se torna a nossa volta para a superficie.O podre se apega a nós,nos persegue,nos tira a razão e a infinita corrida em direção à luz nos faz perceber em profundidade que estamos TODOS - sem exceção - perdidos como náufragos ao mar.E a luz,sempre à frente,inalcançável,guiando-nos pelo seu trajeto torto e cheio de armadilhas.Felizes os ingênuos,os burros e os filhos-da-puta.Percebo o peso da idade quando sinto em minha mente a presença de cada vez mais pensamentos aos quais eu não posso - ou não consigo - dar vazão.Sempre tive facilidade na hora de traduzi-los em parágrafos,mas esse artesanato leva tempo,é cansativo e,certas vezes,quando finalmente deglutimos um assunto,já somos atropelados pela urgência de uma vida que somos obrigados a viver,do abrir ao pregar os olhos.A vida passa fulminate enquanto escrevemos sentindo e avaliando o peso de cada palavra.Incapazes de expressar as mazelas, e exorcizar demônios criados por nós mesmos,adoecemos em lenta morte,infeccionados pelos nossos próprios defeitos.Escrever aqui foi o que me impediu de fechar os olhos a essa luz.Esbravejar por escrito - mesmo que para destinatários que desconheço - é confortante,justamente quando não me serviam mais as opiniões sensatas.Digo isso porque,afinal,lá no fundo, a gente sempre sabe quando tá fazendo merda.E é nesse ponto que eu discordo de quem diz que somos,essencialmente,bons e puros de espirito.Na verdade,compactuo com a hipótese de que,se não exercemos controle firme sobre nossos pensamentos e atitudes,transformando-nos em nada mais que o lodo do lodo.O erro está na nossa alma,e cada descuido é um curativo para as mais de mil chagas que se espalham por sua superficie.Descobrir-se imperfeito,defeituoso e incapaz ( e escrever sobre isso ) é o que me impede de desmoronar.Essa obra inacabada que  todos somos,precisa de andaimes,estacas e apoios para se manter de pé.Família,música,amigosdrogas..usamos o que temos ao nosso alcance,embora saíbamos que jamais estaremos prontos.Jamais.Viver é perigoso.O mundo é veloz,cruel, e cheio de arestas.Só está a salvo quem está morto.

(Lucas Silveira.):D

"..até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso.nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edificio inteiro.."

[Clarice Lispector.]:D

#Fato 57: eu já fui extremamente tímida.

PS: mal tenho tempo de vir aqui esses dias..mas,férias estão mais perto do que longes,portanto,isto é sinônimo de menos sumiços lol.
PS do PS : Sempre que leio os textos do @lucasfresno, mais tenho certeza que ele parece adivinhar aquilo que eu quero dizer e penso e sinto..*o*
PS do PS do PS: visitem também http://www.une-tasse-de-cafe.tumblr.com
PS do PS do PS do PS: beijos e beijos ;*

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Moi et la musique.


WARNING SIGN

( Sinal de Alerta )

Um sinal de alerta
Perdi a parte boa então me dei conta
Comecei a observar e a bolha estourou
Comecei a procurar por desculpas
Venha pra dentro
Tenho que te contar em que estado estou
Tenho que te contar em meus tons mais altos
Comecei a procurar por um sinal de alerta
Quando a verdade é: eu sinto sua falta
Sim, a verdade é, que sinto muito sua falta
Um sinal de alerta
Você voltou para me assombrar e eu me dei conta
De que você era uma ilha e eu passei por você
E você era uma ilha a ser descoberta
Venha pra dentro
Tenho que te contar em que estado estou
Tenho que te contar em meus tons mais altos
Que comecei a procurar por um sinal de alerta
Quando a verdade é: eu sinto sua falta
Sim, a verdade é, que sinto muito sua falta
E estou cansado e não deveria ter deixado você ir
Então eu rastejo de volta para teus braços abertos
Sim eu rastejo de volta para teus braços abertos
E eu rastejo de volta para teus braços abertos
Sim eu rastejo de volta para teus braços abertos
 
(Coldplay.):D

Entre cacos,flores e amor-próprio.


Significado da palavra masoquista: pessoa que gosta de prejudicar-se a si próprio com dor,vergonha,ou com aventuras que não trazem retorno.

Eu cansei.Todo mundo tem um limite e sinto lhe dizer que o meu chegou,e chegou com força,mesmo depois de tanto eu adiar esse fato.E muitos devem estar se perguntando o por que do masoquismo ali definido,claramente..não,eu não sou do tipo que pego algum objeto cortante e corto minha pele..não sou do tipo que me jogo ao mar e quase chego perto do afogamento por prazer..não sou daquelas que me chicoteio e nem nada do  tipo..mas quer saber? Acho que sou do pior tipo de masoquista..porque não sofro com dores fisicas..porque não provoco isso..sofro por dentro mesmo..chega a doer a alma de vez em quando.E sim,isso se encaixa super bem na  definição,especialmente com a parte do "aventuras que não trazem retorno"..e isso tudo atrelado à decepções,ilusões,expectativas,indiferenças e afins.Mas quer mesmo saber?Eu cansei.Cansei de pisar em cacos de vidro e deixar eles entrarem só um pouquinho mais no meu pé pra ver se uma dor supera a outra..cansei de mexer em feridas que até então tinham ficado quase curadas se eu não tivesse resolvido tocá-las e piorar tudo..eu cansei.E sabe por que?Porque não mereço isso..por mais humana que eu seja eu não mereço isso e não posso agir como se eu merecesse.Porque não posso mais sempre colocar na cabeça que eu sou a vilã quando na realidade sou vítima também.Não posso querer isso pra mim..não posso querer ser ferida pra sempre.Porque todo mundo tem o direito de ser feliz..todo mundo tem o direito de curar suas feridas e mantê-las fechadas..todo mundo tem o direito de querer algo bom pra si mesmo.E quer mais?Eu me amo e não vou mais permitir que cacos de vidro no chão incomodem meus pés.Eu cansei.E vou procurar pisar em flores agora,não mais espinhos,não mais dor,não mais idealizações,não mais nada.Só o que for bom pra mim,seja o que for,desde que seja bom.É tempo de me permitir,e dessa vez,mais do que nunca,não vou abrir mão disso por nada nem ninguém.Não vou abrir mão de mim.People get tired.I am.

(Thaís Tenório.):D

"..eu só preciso levar a vida,eu só preciso desfocar do sonho que me deixa míope e enxergar além.."

[Tati Bernardi.]:D

#Fato 56: sinto muitas cócegas na barriga,é um dos meus pontos fracos lol.

PS: fim de periodo é assim mesmo ,pessoas..tempo é uma dádiva lol
PS do PS: de fato,agora mais do que nunca,vou me permitir!
PS do PS do PS: vocês também,permitam-se!
PS do PS do PS do PS: visitem também: www.une-tasse-de-cafe.tumblr.com
PS do PS do PS do PS do PS: beijos e beijos ;*

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Moi et la musique.


ASMA

E veja só onde é que a gente chegou
Como alguém pode chamar isso de amor
Se hoje escrevo com navalha
Em minha pele o que eu preciso esquecer
Perceba as coisas que você me falou
Como alguém pode dizer que não mudou?
Se eu sou o fruto da minha falha
As suas falhas podem definir você
E quando acordar
Aonde vai estar?
Que roupa vai vestir?
Aonde quer chegar?
Não dá pra abandonar a posse do 'sentir'
Mas hoje estou aqui disposto a te apagar
Um mau espírito pegou tua mão
E enegreceu a cor do teu coração
E apenas eu fui testemunha
Mas não me encontro em posição de te julgar
Pois também tenho um lado negro só meu
Apenas nunca quis ter visto o seu

E eu sei que não existe nada
Nessa vida que vai nos fazer mudar
E quando a dor chegar
Quem é que vai te ouvir?

Te fazer respirar?
Te devolver o ar?
E quando acabar
Um corpo pra esquecer
Feridas pra sarar
E o adeus que eu não falei
Sou um retrato que a tua mão revelou
Cópia barata do que eu acho que eu sou

E sim, amor, eu sei que eu não devia
Querer demais o que eu nem sei o que é
O que o homem quer de uma mulher?

(Visconde.):D

Entre um trem,uma pena e uma flor..e a espera..ah a espera..



Helena andava com um sentimento de culpa dentro de si.Há alguns meses ela havia embarcado em um determinado trem que ela não sabia ao certo para que destino ele a levaria.Acontece que tanto a viagem quanto as coisas que aconteceram no periodo em que ela ficou naquele determinado lugar foram maravilhosos,contudo,ela ainda não estava totalmente preparada para vivê-los.E sabe quando ela percebeu isso?Quando voltou pra casa e se deu conta que aquele era um trem muito raro,encontrar horário e vaga para ele de novo?Muito improvável.Por muito tempo Helena deixou seu negativismo e falta de fé tomar conta do seu ser.Por isso,ela se via gastando seu tempo com alguns bicos que fazia por ai,festas,terminar a faculdade,cuidar da sua irmã mais nova que tinha uma deficiência e tudo mais ,exceto esperar.Exceto arriscar a sua sorte,que não era muita,na espera daquele maldito/bendito trem.Um certo dia,Helena estava caminhando pelo centro da cidade e uma pena,diferente porém muito bonita veio com o vento em sua direção.Parece loucura,fantasia e coisa e tal mas a pena conduzia Helena para um certo caminho.Ela achou que não tinha nada a perder,por isso,seguiu a pena e o vento.Ao passar por aquelas lojas,ruas,paradas..notou que sabia onde tudo aquilo iria dar.Na estação de trem.Esperou alguns minutos..nada.Esperou mais um pouco..nada.Já estava se sentindo uma idiota por ter acreditado que uma pena guiada pelo vento iria fazer com que aquele trem aparecesse.Foi quando ela o viu.O tal trem parou bem ali,na sua frente,tal como a primeira vez e sem palpitar,ela entrou.E de novo,a viagem e os acontecimentos que lhe ocorreram naquele determinado lugar foram tão bons quanto da primeira vez.Ela talvez tenha aproveitado melhor,mas ainda assim ao chegar em casa ela percebeu que muita coisa ainda tinha que ser mudada na sua percepção e atitude para que a viagem seja de fato,inesquecivel e totalmente compensadora.Parece que aquela frase ecoava mais do que nunca na sua cabeça: " Poxa,Helena..nem sempre se tem essa sorte da oportunidade aparecer duas vezes e ainda assim você não aproveitar e cometer as mesmas mancadas".E ela se culpava.E isso machucava.Foi a partir daí que ela ficou obcecada por esperar aquele trem.E prometeu a si mesma,que caso a sorte batesse pela terceira vez na sua porta ela não deixaria que ela fosse mais embora.Mas nada acontecia.Alguns anos se passaram.E mais uma vez,no centro da cidade um vento estranho lhe fez companhia..desta vez a pena foi substituida por uma flor.E mais uma vez,a bela flor diferente guiava seus passos..pro lugar de sempre..a estação de sempre..a espera de sempre..a frustração de sempre.Mas ainda assim,ela foi.E esperou..nada.Esperou..e esperou..e esperou..nada.Anoiteceu..nada.Amanheceu..nada.O sol já ia se pôr e ela estava sentada na grama de frente pros trilhos.Nenhum sinal de trem.Ela se culpava.Como alguém poderia ser tão estúpida a ponto de perder as coisas duas vezes.Ela se culpava porque sabia que aquela viagem,se bem aproveitada com todas as forças,seria a melhor coisa pra sua vida,lhe faria um bem enorme.Até que um vento forte tomou conta da região.E com ele vieram a flor e a pena..e pararam bem aos pés de Helena.Era uma mensagem.Ela sentiu isso.Refletiu um pouco até se dar conta do significado.Naquele momento ela entendeu que,o trem até poderia passar um dia..mas seria outro trem,outra viagem,outras pessoas,outro lugar..ainda que o mesmo.Mas ela teve suas oportunidades..e já é raro algo acontecer uma vez mais quanto mais,outras vezes.O trem não vai passar a vida esperando por ela..para que ela mude..para que saiba desfrutar da viagem.Ela que vai esperar o trem.E com isso tudo só restaram flores e penas.Penas que mostravam a efemeridade disso tudo..pena por não ter tudo isso de novo..pena por deixar passar.Mas restaram algumas flores..algumas memórias de que tudo isso aconteceu..um elo entre ela e as coisas lindas que passaram..passaram,mas,existiram.Existem dentro dela.Mesmo que hoje ela veja tudo com outra percepção.Elas existem.E ela ficou na estação.

(Thaís Tenório.):D

"..a espera eterna de mim mesma na versão que faz dar certo.."

[Tati Bernardi.]:D

"..bem,todos morrem um dia,é simples matemática.nada de novo.a espera é que é um problema.."

[Charles Bukowski.]:D

#Fato 55: sofro muitoooooooo de dor nas costas.desde pequenina. :/

PS: nem sei se curti esse texto lol mas já foi lol
PS do PS: visitem também: http://www.une-tasse-de-cafe.tumblr.com
PS do PS do PS: beijos e beijos ;*

domingo, 6 de novembro de 2011

Moi et la musique.


STIRB NICHT VOR MIR ( DON'T DIE BEFORE I DO)

( Não morra antes de mim )

A noite abre sua capa
O nome da criança é solidão
Está gelada e imóvel
Eu choro suavemente no tempo
Eu não sei qual é seu nome
Mas eu sei que você existe

Eu sei que qualquer dia
Alguém irá me amar

Ele vem a mim toda noite
Não resta palavras a dizer
Com suas mãos em meu pescoço
Fecho meus olhos e descanço
Eu não sei quem ele é
Em meus sonhos ele existe

Sua paixão é um beijo
E eu não posso resistir
Eu espero aqui
Não morra antes de mim
Eu espero aqui

Não morra antes de mim
Eu não sei quem é você
Eu sei que você existe
Não morra
Algumas vezes o amor parece estar tão longe
Eu espero aqui

Eu não posso negar seu amor
Eu espero aqui
Todas as casas sob a neve
E pelas janelas vê-se velas acesas
Lá dentro estão em pares
E eu
Eu espero só por você
Eu espero aqui
Não morra antes de mim
Eu espero aqui
Não morra antes de mim
Eu não sei quem você é
Eu só sei que você existe
Não morra

Algumas vezes o amor parece estar tão longe
Eu espero aqui

Seu amor eu não consigo rejeitar.
Não morra antes de mim
 
 
( Rammstein.):D

Do querer..de 'dentro'.


Ter estado naquela festa..vendo seus amigos,vendo pessoas que poderiam me perguntar sobre você..ver a chuva que caia com uma leve queda de temperatura,coisa do tipo que te agradaria..te ver nas sombras das outras pessoas e dos prédios..não foi tão simples assim pra mim.E naquele meio de tanta gente..eu só precisava que uma única pessoa tivesse estado lá.E no meio de tantas músicas,tantos sons..me via,digamos assim,sem melodia..sem canto,encanto.Talvez tivesse sido bem melhor pra mim se você tivesse ido..mas você não foi.Talvez por isso me peguei correndo descalça pelas poças da rua,pisando sobre os restos molhados do que a gente foi um dia..e do que eu queria que fosse,mas não é..não mais.E no meio de tudo isso,eu só queria uma canção que fosse no compasso do que sinto e desejo..eu só queria uma dança que aquecesse aquilo que até então estava congelado..eu só queria uma presença que aliviasse as ausências que estão aqui dentro.Eu só queria algo aqui dentro.Aqui.Querer aqui.Querer.

(Thaís Tenório.):D

"..existe gente que precisa da ausência para querer a presença.o ser humano não é absoluto.ele titubeia,tem dúvidas e medos,mas se a pessoa REALMENTE gostar,ela volta.nada de drama.."

(Arnaldo Jabor.):D

#Fato 54: pretendo aprender ainda Alemão e Francês.

PS: visitem também: http://www.une-tasse-de-cafe.tumblr.com
PS do PS: enfim..por hoje é só..beijos e beijos ;*

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Moi et la musique.

 
WON'T GO HOME WITHOUT YOU

( Não irei para casa sem você )

Eu pediria para ela ficar
Mas ela não me ouviria
Ela partiu antes que eu tivesse a chance de dizer
As palavras que dissemos
As coisas que estavam quebradas
Mas agora é tarde demais, ela foi embora
Toda noite você chora até dormir
Pensando "Por que isso acontece comigo?

Por que todo momento tem que ser tão difícil?"
Difícil acreditar nisso
Não está acabado hoje à noite
Apenas me dê mais uma chance para fazer isso certo
Eu posso não sobreviver durante a noite
Eu não irei para casa sem você

O gosto da respiração dela, eu nunca irei me recuperar
Os barulhos que ela fazia me deixavam acordado
O peso das coisas que continuam não ditas
Aumentou tanto que nos esmagava todos os dias
Toda noite você chora até dormir
Pensando "Por que isso acontece comigo?
Por que todo momento tem que ser tão difícil?"

Difícil acreditar nisso
Não está acabado hoje à noite
Apenas me dê mais uma chance para fazer isso certo
Eu posso não sobreviver durante a noite
Eu não irei para casa sem você

De todas as coisas que eu senti,mas nunca realmente demonstrei
Talvez a pior seja eu ter te deixado partir
Eu nunca deveria ter te deixado partir

Não está acabado hoje à noite
Apenas me dê mais uma chance para fazer isso certo
Eu posso não sobreviver durante a noite
Eu não irei para casa sem você

Eu não irei para casa sem você 
 
(Maroon 5.):D

Protection..leur protection.


Sabe do que eu lembrei hoje?De um daqueles dias em que a gente,especialmente a minha pessoa,ouviu tanta coisa que não merecíamos.O clima não estava bom.Mas sabe do que eu me lembro ainda mais?De que mesmo as coisas estando pesadas,de que mesmo eu sendo uma super mega chata com você..tu pegavas minhas mãos,e cobria elas com as suas e protegia meus ouvidos e me falava "..não presta atenção,esquece isso,não ouve..isso não importa,vai passar,eu tô aqui.." e quer saber?Nesse momento eu realmente esquecia tudo,inclusive as lágrimas que escorriam pelo meu rosto.Eu não ouvia mais nada além da sua voz acolhedora,das suas palavras que me transportavam pro lugar mais pacifico do mundo.Do seu abraço que me envolvia e me protegia como se nada pudesse me machucar ou atingir.E ali,naquele curto espaço de tempo eu me sentia protegida,importante,salva.E tudo passava mesmo.Até você passou.E voltou.E sabe do que me lembrei hoje?Da vontade de sentir essa proteção de novo..esse acalanto..esse vigor.Hoje estacionei naquele dia..talvez pra sentir seu carinho de novo.E ainda que na imaginação,eu me senti confortável,protegida,salva.Eu senti você.Eu senti.Eu estava protegida.

(Thaís Tenório.):D

"..quanto mais antiga a árvore,melhor a sua sombra e maior a sua proteção.."

#Fato 53: gosto mais de esmaltes escuros.contudo,prefiro pintá-los nas mãos,para os pés,aprecio mais os clarinhos.

PS: e foi verdade..todo tempo eu lembrei disso hoje..:T
PS do PS: acho que você foi a árvore que mais me deu sombra,mais me protegeu..sem dúvidas..:/
PS do PS do PS: enfim..visitem também http://www.une-tasse-de-cafe.tumblr.com
PS do PS do PS do PS: beijos e beijos ;*

domingo, 30 de outubro de 2011

Moi et la musique.


SPECIAL NEEDS

( Necessidades Especiais )

Lembre-se de mim quando você for quem estiver na tela prateada
Lembre-se de mim quando você for o que sempre sonhou
Lembre-se de mim sempre que os narizes começarem a sangrar
Lembre-se de mim, necessidades especiais

Apenas dezenove e sonhos de idiota, eu imagino que pensei que você tivesse o sabor
Apenas dezenove, e um sonho obsceno com seis meses preso por mau comportamento
Lembre-se de mim quando você agarrar seu contrato cinematográfico
E pense em mim preso à minha cadeira que tem quatro rodas
Lembre-se de mim através dos flashs fotográficos e das telas
Lembre-se de mim, sonhos especiais

Apenas dezenove e sonhos de idiota, eu imagino que pensei que você tivesse o sabor
Apenas dezenove, e um sonho obsceno com seis meses preso por mau comportamento
Apenas dezenove e sonhos de idiota, eu imagino que pensei que você tivesse o sabor
Apenas dezenove, e um sonho obsceno com seis meses preso por mau comportamento
Lembre-se de mim
Apenas dezenove e sonhos de idiota, eu imagino que pensei que você tivesse o sabor
Apenas dezenove, e um sonho obsceno com seis meses preso por mau comportamento
Apenas dezenove e sonhos de idiota, eu imagino que pensei que você tivesse o sabor
Apenas dezenove, e um sonho obsceno com seis meses preso por mau comportamento
Lembre-se de mim

(Placebo.):D

Contradiction.


Sabe quando você tem mil palavras pra usar,pra pôr pra fora e ao mesmo tempo parece que nenhuma serve?Quando você se pega feliz da vida,cheia de estímulo,vontade de realizar e ao mesmo tempo se encontra negativa,melancólica e desanimada?E quando o seu sonho é pesadelo e o pesadelo vira sonho?Você se sente acompanhada demais..ou melhor..sozinha demais.E quando a sua cor é pálida e sua palidez é colorida?Quando você se sente capaz de amar e ao mesmo tempo odiar.Quando você defende amargamente uma ideia pra depois de algumas horas ser totalmente contra ela?Sabe quando você não sabe mais o que fazer,pensar e ainda assim faz e pensa..faz sem pensar,pensa sem fazer,faz pensando e etc e tal?E quando você perdeu o mapa da sua rota e agora não sabe por onde ir primeiro?E se nunca teve um mapa para isso?Você se perde..você se acha..você se acha pra se perder de novo sem saber quando acontecerá o reencontro..se acontecerá.Nem sei bem o que tô escrevendo aqui.Por que sabe quando você tem inspiração em demasia e ao mesmo tempo em falta? É..pois é..talvez você saiba.E tudo o que penso,quero,faço,falo,escrevo parece apenas contradição.Contradição das certezas.Das incertezas.Contradição da contradição do que penso que sou.Contradição.E quando você não sabe mais quem é você?

(Thaís Tenório.):D

"..a vida inteira é uma contradição digerível.."

[Christian Hebbel.]:D

"..nem a contradição é sinal de falsidade nem a falta de contradição é sinal de verdade.."

[Blaise Pascal.]:D

#Fato 52: eu costumava escrever bem..hoje,nem tanto =s

PS: desculpem a ausência e especialmente a falta de inspiração :/
PS do PS: I'll try to be a better..(YN)
PS do PS do PS: visitem também: http://www.une-tasse-de-cafe.tumblr.com
PS do PS do PS do PS: enfim,beijos e beijos ;*

domingo, 23 de outubro de 2011

Caça.


Nada,exatamente nada estava sendo fácil ultimamente.Nada de nada.Parecia um corpo vagando sem alma.Parecia uma alma sem corpo.Parecia..nada.Existiam passos cravados no chão,mas não havia sombra alguma.Existia sombra,do que um dia foi alguém.Existia..nada.O ritmo era apressado,quase que desesperado.O que poderia ser chamado de coração estava inquieto,acompanhando o compasso apressado-fora de ritmo.Existia súor,sangue,lágrimas,vertigem.Existia tudo..existia nada.Nada,exatamente nada estava sendo fácil ultimamente.E ela estava em uma caçada.Ela procurava.Um vestígio.Vestígio do que ainda poderia ser ela.Alguma prova do ser.Ela era a caçadora.E ela procurava.Por entre as ruas,mares,prédios,espelhos e mato..procurava..por ela mesma.Ela era caçadora..era caça.Nada-caça.Caça-tudo.E tudo passa.

(Thaís Tenório.):D

"..a vida é melhor quando vista como uma caça ao tesouro ao invés de uma festa surpresa.."

[ Jimmy Buffet.]:D

#Fato 51: um dos pecados capitais que mais cometo chama-se: preguiça =s

PS: sem ps's por hoje,tá?
PS do PS: beijos e beijos ;*

Moi et la musique.


IT WILL NOT BE FORGOTTEN

( Isso não será esquecido )

Sete meses desde o dia que eu vi seu rosto
Você está na terra como um fogo que se estende até um amargo fim
Você está aguentando até o amargo fim
Eu dou um passeio na cidade
Como um morto na rua
A calçada canta seu nome abaixo dos meus pés
Isso continua, esquecido não
Querido onde você foi?
Você velejou por aí sobre um oceano distante?
Querido o que tivemos
Não pode ser tomado
Não pode ser roubado
E Isso não será esquecido

Não, isso não será esquecido
O verão desaparece como um sonho que eu tive
E o inverno vem como uma faca que o corta abaixo

E isso nunca termina
Ooh, isso nunca termina
Eu passo rápido no lugar onde você gosta de beber sozinho
Sete meses desde o dia em que você me deixou aqui nesta avenida
E agora eu penso em você

Querido onde você foi?
Você velejou por aí sobre um oceano distante?
Querido o que tivemos
Não pode ser tomado
Não pode ser quebrado
E Isso não será esquecido

Não, isso não será esquecido
Sete meses desde o dia em que você não deixou pistas
Eu procurei as rachaduras no solo, os edifícios mais altos
Eles nunca souberam, oh eles nunca souberam
Querido onde você foi?
Você velejou por aí sobre um oceano distante?
Querido o que tivemos
Não pode ser tomado
Não pode ser quebrado
E Isso não será esquecido

Querido onde você foi?
Você velejou por aí sobre um oceano distante?
Querido o que tivemos
Não pode ser tomado
Não pode ser roubado
E Isso não será esquecido
Não, isso não será esquecido
 
(The Pierces.):D

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

I don't know why.


Não sei porque me falaram o seu nome.Não sei porque aquela canção inventou de tocar na rádio justamente na hora em que liguei o som.Não sei porque o mar resolveu acordar justamente daquela cor.Não sei porque o Sol passou aquele mesmo calor.Não sei porque aquele sonho antigo veio perturbar algumas das minhas noites recentes.Não sei porque me fizeram aquela maldita pergunta que ficou ecoando na minha cabeça até agora..e o pior é não saber que resposta eu realmente usaria.Não sei porque essas provocações.Não sei porque esses silêncios de um jeito ou de outro resolveram me incomodar.Não sei porque isso tudo.Não sei porque esse nada.Não sei porque me falaram o seu nome.Talvez porque quer a gente queira quer a gente não queira,existem coisas que simplesmente afloram de vez em quando.É normal.Pelo menos é um sinal de que elas um dia existiram.Algo existiu um dia.E mesmo que já não seja assim agora,ainda existem os dias em que as lembranças aparecem.Não sou tão insensivel ao ponto delas simplesmente desaparecerem.Não sou tão insensivel.Não sei porque toda essa história.

(Thaís Tenório.):D

"..amar dói tanto que você volta a lembrar que existe algo maior,você se lembra de Deus,você se lembra da vida após a morte.amar dói tanto que você fica humilde e olha de verdade para o mundo,mas ao mesmo tempo fica gigante e sente a dor da humanidade inteira.amar dói tanto que não dói mais,como toda dor que de tão insuportável produz anestesia própria.."

[Tati Bernardi.]:D

#Fato 50: para alguns pode ter sido tarde,mas pra mim,foi no tempo certo:meu primeiro beijo foi com 14 anos.

PS: pois é,pois é..
PS do PS: visitem também: http://www.une-tasse-de-cafe.tumblr.com
PS do PS do PS: beijos e beijos ;*

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Moi et la musique.


LOST
(Perdido)

Só porque estou perdendo
Não significa que eu esteja perdido

Não significa que irei parar
Não significa que deva me render
Só porque estou sofrendo
Não significa que estou ferido

Não significa que eu não tenho o que eu mereço
Nem o melhor e nem o pior
Eu apenas me perdi
Todo rio que tentei atravessar
Toda porta que testei estava trancada
Ohhh estou apenas esperando o brilho se apagar
Você pode ser um peixe grande
Em um pequeno lago
Não significa que você venceu
Porque logo pode chegar
Um maior

E você vai se perder
Todo rio que tentou atravessar
Toda arma que experimentou estava estragada
Ohhh e eu estou apenas esperando até que o tiroteio acabe
Ohhh e eu estou esperando até que o brilho se apague
Ohhh estou apenas esperando o brilho se apagar
Ohhh estou apenas esperando o brilho se apagar

(Coldplay.):D

A little bit of Paul and Holly.


Paul: Holly,eu estou apaixonado por você.
Holly: E daí?
Paul: E daí? E daí muita coisa.Eu a amo.Você me pertence.
Holly: Não.As pessoas não se pertencem.
Paul: Claro que sim.
Holly: Ninguém vai me pôr em uma jaula.
Paul: Não quero colocá-la em uma jaula.Eu quero amá-la.
Holly: É a mesma coisa.
Paul: Não é não,Holly.
Holly: Não sou Holly.Não sou nem Lula Mae.Não sei quem eu sou.Sou como esse gato.Somos dois coitados sem nomes.Não pertencemos a ninguém e ninguém pertencce a nós.Nós sequer pertencemos um ao outro.
(...)
Paul: Sabe qual é o seu problema,senhorita-quem-quer-que-seja?Você é medrosa.Não tem coragem.Tem medo de encarar a realidade e dizer:"A vida é um fato.As pessoas se apaixonam sim,pertencem umas às outras sim,porque esta é a única chance de serem realmente felizes".Você acha que é um espirito livre,selvagem e morre de medo de ser enjaulada.Bem,querida,você já está nessa jaula.Você mesma a construiu.E ela não fica em Tulip,Texas ou em Somaliland.Ela está em qualquer lugar em que você vá.Porque não importa pra onde você corra,você sempre acaba trombando consigo mesma.

(Trecho do filme "Bonequinha de Luxo".):D

"..e então eu soube: pertencer é viver.."

[Clarice Lispector.]:D

#Fato 49: Minha cor preferida de carros é preta.

PS: Mil perdões pelas moscas aqui..mas vida acadêmica cada vez mais intensa =s
PS do PS: amo essa atriz,amo esse filme..me identifico muito com ele,especialmente com a Holly..^^
PS do PS do PS: da próxima eu mesma posto..tenho algumas ideias já :T
PS do PS do PS do PS: enfim,tirei minha carteira de motorista lol \o/
PS do PS do PS do PS do PS: visitem também: http://www.une-tasse-de-cafe.tumblr.com
PS do PS do PS do PS do PS  do PS: beijos e beijos ;*

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Moi et la musique.


UNUSUAL YOU

( Um você incomum )

Nada sobre você é típico
Nada sobre você é previsível

Você me deixa completamente embaraçada e confusa
(Isso é tão novo)
Até agora eu pensava que conhecia o amor
Eu já não tinha nada a perder nem onde eu já estava machucada, porque
Você é fora do padrão que eu conhecia

(Mas agora)
Pontes estão queimando
Querido, eu estou aprendendo
Uma nova maneira de pensar agora

Amor, eu posso ver
Nada será
Da maneira como era

Tudo porque...
Baby ,ouça-me, você é tão incomum
Ninguém te contou que você deveria
Magoar o meu coração?! Eu esperava isso de você
Então porque não fez isso?
Talvez você nem seja humano, porque
Somente um anjo poderia ser tão incomum
Uma doce surpresa, eu me apaixonar por

Um você tão incomum
Aconteceram tantas coisas quando eu era outra pessoa
Como um lutador no ringue, tentando me defender
Dos olhos alheios tentando ver o que estava acontecendo
(Isso foi há muito tempo)
Quando estou com você, eu consigo ser eu mesma
Você sempre está onde você diz que estará

Chocante porque nunca pensei que um amor assim
Poderia existir
Mesas estão virando
Meu coração está flutuando
Você nunca vai me decepcionar
Você responde meu chamado
Mesmo depois de tudo

Nunca conheci alguém
Como você

Baby, ouça-me, você é tão incomum
Ninguém te contou que você deveria
Magoar o meu coração?! Eu esperava isso de você
Então porque não fez isso?
Talvez você nem seja humano, porque
Somente um anjo poderia ser tão incomum

Uma doce surpresa, eu me apaixonar por
Um você tão incomum

Não posso acreditar que eu
Quase não arrisquei
Quando você chamou o meu nome
Mas agora tudo mudou

Baby, ouça-me, você é tão incomum
Ninguém te contou que você deveria
Magoar o meu coração?! Eu esperava isso de você
Então porque não fez isso?
Talvez você nem seja humano, porque
Somente um anjo poderia ser tão incomum
Uma doce surpresa, eu me apaixonar por
Um você tão incomum
 
(Britney Spears.):D

Entre procuras.


Ela ás vezes se sentia exausta.Exausta de procuras em vão.Ela andava procurando muitas coisas na sua vida.Algumas,ela sabia bem o que eram..outras,não passavam de icógnitas mas que de alguma forma,pulsavam forte dentro de si..uma estranha ânsia de procura.E isso tudo estava deixando-a exausta,pois,parecia que quanto mais ela procurava por essas coisas,sejam elas conhecidas ou puro mistério,menos ela encontrava.E daí um certo devaneio tomou espaço em sua mente: talvez ela ainda precisasse se encontrar primeiro.

(Thaís Tenório.):D

"..toda ação é designada em termos do fim que procura atingir.."

[Nicolau Maquiavel.]:D

"..quem quer matar a sede não procura entender a fórmula da água.."

[Fernando Tavares.]:D

#Fato 48: parece estranho mas,tenho uma queda por cicatrizes lol.

PS: visitem também: http://www.une-tasse-de-cafe.tumblr.com :D
PS do PS: sem mais,beijos e beijos ;*

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Moi et la musique.


6h34

Nem liga, guria
Se eu já não sei disfarçar
Se eu já cansei de esconder
O que era fácil de achar

Nem liga, guria
Se nos meus olhos não há (mais)
O brilho de quem vivia
Com o coração em paz

Se a gente já soubesse como vai ser a viagem
Antes mesmo de comprar nossa passagem
A gente já virava pro outro lado e dormia (tão só)
Se a gente entendesse que há um ciclo no amor
Começa pela cura, mas termina com a dor
A nossa cama pra sempre estaria vazia

Nem liga, guria
Se a minha voz acabar
Sei que tu já me sacou sem eu precisar falar

Nem liga, guria
Não vou poder te atender
Tô encontrando em minha vida um canto só pra você
Se a gente já soubesse como vai ser a viagem
Não perderia tanto tempo com bobagem
E o meu peito poderia muito bem ser a tua moradia

E finjo que acredito no que dizem sobre o amor
Eu finjo que é eterno, mas te peço, por favor
Esquece tudo e vem passar comigo essa madrugada tão fria

Vê se não fica assustada quando eu digo
Eu nunca fui daqueles que fazem sentido
Tô em são paulo, aqui o céu nunca é azul
Eu tô aqui cantando um samba com sotaque do sul
Amanheceu, e eu deveria estar dormindo
Mas estes versos são palavras explodindo
E, no teu colo, um dia, elas vão cair
E aonde isso vai dar, não cabe a nós decidir


(Visconde.):D
PS: na imagem é o quadro "A persistência da memória" de Salvador Dali.

Une tasse de café.


Uma xícara de café pode significar muita coisa.Insônia.Estímulo.Companhia.Bebida.Paz.Devaneios.
Inspiração.Desabafos.Encontros.Lágrimas.Início.Sorrisos.Manhã.Afagos.Tarde.Fim.Conversa.Noite.Idade.
Aroma.Madrugada.Palavras.Saudades.Atitudes.Escape.Prazer.Uma xícara de café pode te trazer muita coisa.Eu sou o café dentro da xícara.

(Thaís Tenório.):D

"..inspiração e um pouco de café,isso me basta.."

[ Marcelli Neris. ]:D

"..tem certas horas que só mesmo um café,vários pensamentos e o silêncio da noite,pra ficar em paz.."

[ Eliane F. ] :D

#Fato 47: não sou uma pessoa matinal.

PS: Passando mega rápido por aqui,e o título faz referência a meu mais novo companheiro de escape lol, o tumblr..e espero que vocês,caros leitores acompanhem não só o Doces Deletérios mas, o Une Tasse De Café também,prometo que não irão se arrepender ;D
PS do PS: Escolhi esse nome para ele porque pra mim uma xícara de café faz toda a diferença,especialmente quando vou escrever ou busco paz e companhia.Uma xícara de café me trás muitas sensações,estas que eu vou passando pra vocês no decorrer dos textos,vídeos,imagens e afins.
PS do PS do PS: Aqui vai o link do tumblr: http://www.une-tasse-de-cafe.tumblr.com ACESSEM *_*
PS do PS do PS do PS: Desculpem a ausência..mas tá muito tensa essa vida de universitária lol
PS do PS do PS do PS do PS: Sem mais,beijos e beijos ;*